Retenção de matrizes de ovinos está contemplado no Plano Safra 2017-2018

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento anunciou no último dia 07 de junho, em Brasíla (DF), o Plano Safra para o exercício 2017/2018, que traz uma novidade e o atendimento de uma demanda do setor da ovinocaprinocultura por meio da inclusão da retenção de matrizes de ovinos e caprinos.

A demanda foi apresentada ao secretário de Políticas Agrícolas, Neri Geller e ao ministro da agricultura, Blairo Maggi, pelo presidente da ARCO, Paulo Afonso Schwab, que preside também a Câmara Setorial de Caprinos e Ovinos e por outras entidades que pertencem a Câmara. “Era uma necessidade já há muito apontada pelo setor e hoje, graças ao empenho da nossa entidade, do importante trabalho da Câmara Setorial e o apoio do Deputado Afonso Hamm, temos atendida nossa solicitação”, disse Schwab.

Os produtores de ovinos e caprinos poderão acessar através do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), que terá juros de 7,5% ao ano e contará com R$ 21,7 bilhões, com alta de 12%. Os médios produtores rurais terão à disposição R$ 18 bilhões em custeio e R$ 3,7 bilhões em investimentos.

Geller ressaltou o avanço do Plano Safra deste ano em contemplar a cadeia produtiva de caprinos e ovinos. “Estamos contemplando um pedido de muitos anos do setor, incluindo a retenção de matrizes na ovinocaprinocultura que representa muito na geração de renda e na diversificação da produção”, afirmou.