Artigo – CCP 2017

Finalizado mais um CCP – Campeonato Cordeiro Paulista, a avaliação nos permite dizer que, mais uma vez, a ASPACO, o NCO – Araçatuba e Região, a FMVA – UNESP/Araçatuba e demais parceiros promoveram com sucesso mais um torneio.

Independente de resultados positivos ou negativos, individualmente para cada um dos 26 participantes desta 16ª edição do CCP, gostaríamos, neste artigo, de repetir com mais enfoque, os objetivos deste campeonato.

1. Divulgação da ovinocultura
Embora não sejamos tradicionais criadores de ovinos, o Estado de São Paulo possui o maior centro consumidor de carne ovina do país. Assim, a produção de carne de cordeiro trata-se da mais importante exploração na ovinocultura brasileira. O CCP é um grande divulgador desta opção pecuária e de um sistema de produção, o confinamento de cordeiros, que entendemos, preconizamos e nos orientamos pelos comprovados trabalhos de pesquisa seja o meio de produzir uma carcaça e carne de melhor qualidade, conforme as exigências de nosso mercado consumidor e das características e realidades do meio que disponibilizamos para a ovinocultura no Estado de São Paulo

2. Conhecer a performance produtiva do rebanho
O CCP está aberto à participação de todos os produtores de ovinos, associados ou não associados da ASPACO, de qualquer município paulista ou de outros estados e de qualquer raça ovina, selecionadores de raças puras ou criadores comerciais. Apesar da conotação de competição, não temos a menor intenção de que esta vire uma disputa entre raças, até, porque, existem as diferenças nos desempenhos produtivos entre as diferentes linhagens dentro de uma mesma raça, fatores referentes à seleção genética no criatório de origem e fatores diversos, como os ambientais, que levam à má interpretação dos resultados e avaliação errônea da raça. Mais importante, entretanto, é a disponibilidade de informações que o participante do CCP adquire para, mediante análise, o produtor possa tomar decisões na melhora zootécnica da produção de seus cordeiros e, até, concluir se o material genético utilizado é compatível com o sistema de produção de carne ovina proposto. Dentro de uma mesma raça, por exemplo, os participantes podem observar as linhagens de melhor performance.

3. Congregar os produtores
Contrariamente à opinião de alguns poucos criadores e técnicos, a ASPACO não promove apenas exposições e julgamentos de animais de plantel. Entendemos que uma ovinocultura eficiente tem que contar com o desenvolvimento de todos os elos da cadeia e, portanto, a importância dos rebanhos comerciais é tão grande quanto à dos plantéis; um depende do outro. Um dos objetivos principais do CCP, desde sua idealização, é oferecer oportunidade aos criadores comerciais de participarem de uma competição e divulgarem seu trabalho. Juntamente ao concurso, propriamente dito, o CCP segue com uma confraternização entre os participantes, durante a entrega de prêmios que nestes últimos anos tem sido realizada em um grande evento técnico. A COOPERSHOW em Cândido Mota, promovida pela parceira COOPERMOTA, além da dieta total, nos oferece o espaço e o evento para esta reunião de ovinocultores. Comparando, ainda, às exposições e julgamentos de animais puros, infelizmente o CCP não conta com cordeiros e participantes em número suficiente para realizarmos mais de um campeonato por ano. Mas, o desejo da diretoria e corpo técnico da ASPACO é grande para isto.

4. Promover o consumo de carne de cordeiro
Conhecendo o ávido mercado da carne ovina e a concorrência dos produtos importados com valores baseados no baixo custo de produção, a associação vem se preocupando com viabilização econômica da produção de carne de cordeiro pelos criadores paulistas. Uma das saídas é valorizar nosso produto pela qualidade e pelo sistema de produção. Desta forma, o CCP é parceiro dos projetos de produção do cordeiro paulista, que, cientificamente comprovados, têm condições de promover um produto com qualidade diferenciada.

Caberia colocar, ainda, na relação acima a contribuição do CCP às instituições de pesquisa e trabalhos de pós-graduação de profissionais das áreas da produção primária. Não é intuito da ASPACO promover pesquisa, e, talvez, as condições em que o campeonato se realize não sejam as mais apropriadas para conclusões científicas.

Mas, as últimas edições do CCP têm gerado informações importantes em nível de trabalhos nos variados centros de pesquisa, com o intuito de detectar diferenças positivas na qualidade de carne ovina. Podemos colocar, também, o trabalho de formação profissional oferecido pelo CCP, como aos alunos do curso de Medicina Veterinária da UNESP – Araçatuba, estagiários sob o comando do Prof. Luiz Claudio N. Mendes que, em contrapartida, gentilmente, oferece os serviços de monitoramento da saúde dos cordeiros durante a etapa de ganho de peso em confinamento.

Dessa forma, esperamos ter esclarecido melhor o trabalho realizado mediante o CCP e convidamos todos os criadores de cordeiros para o ano de 2018, para uma nova edição deste, que de forma única e pioneira, torna-se o maior torneio de cordeiros do País.

Autor do artigo: Márcio Armando Gomes de Oliveira
Diretor Técnico da ASPACO