Missão Brasil-Portugal está com inscrições abertas

A Missão Brasil-Portugal de ovinos e caprinos tem o objetivo de vivenciar a organização da cadeia produtiva serrana portuguesa de queijos maturados e cárneos de alta qualidade e o processo de certificação de produtos. A missão será composta por um grupo de no mínimo 12 e no máximo 20 participantes, técnicos, produtores e interessados, acompanhados pelos representantes das associações e do GEPOC, e pelos técnicos locais e anfitriões que nos recebem. As inscrições e informações devem ser feitas pela e-mail: gepoc.contato@gmail.com

“Conhecemos o sistema de produção de leite e queijos, principalmente da Serra da Estrela, que é mundialmente conhecido pelo sabor e qualidade. A produção de carne de cordeiro alia tradição e inovação, com a introdução de normas de certificação de produtos, que garantem a qualidade e a sustentabilidade econômica para os produtores”, explica a zootecnista e coordenadora executiva da ASPACO, Melissa Da Fonseca Oliveira, que esteve na missão de 2017.

A programação busca apresentar aspectos relevantes nos sistemas de produção de queijos maturados e carne e de certificação de produtos, projetos vinculados a instituições oficiais de registro e certificação zootécnica e programas de melhoramento genético, teste de progênie do rebanho de ovelhas e cabras leiteiras portuguesas, com mensuração do leite automatizada, controle leiteiro oficial, utilizando modernas técnicas de reprodução assistida e identificação eletrônica oficial.

Os participantes poderão vivenciar a forma de organização da produção portuguesa tanto na escala familiar, quanto na escala industrial de queijos, cordeiros e cabritos certificados, conhecendo os atores da cadeia produtiva do queijo e carne ovina/caprina em Portugal. Aulas práticas no campo, palestras e mesas de debate e mesas-aula de degustação, compõem a interação entre os participantes brasileiros e as equipes técnicas portuguesa que nos recebe e brasileira que nos acompanha. Ao final de cada dia, as informações recebidas e vivenciadas são discutidas e adequadas à nossa realidade.

A Missão Brasil-Portuga com Curso Internacional foi programada pelo GEPOC com o apoio das associações brasileiras Caprileite COL e ASPACO, ARCO e Associações e Cooperativas portuguesas ANCOSE e ESTRELACOOP (ovinos), ANCRAS, LEICRAS/CAPRISERRA (caprinos). Monitorada por especialistas brasileiros e portugueses. Ao final da Missão, os participantes recebem o certificado de participação e de conclusão do curso. Os arquivos eletrônicos das apresentações dos anfitriões, a lista de contatos dos participantes e dos anfitriões locais e imagens do grupo são gravados e entregues em pen drive específico da Missão.

Programação preliminar

21 de abril 2018 – Sábado – Nosso primeiro encontro em PORTUGAL será no aeroporto de Lisboa, no desembarque internacional. Embarque em micro-ônibus, às 08:00h, para traslado até Celorico da Beira acompanhados pela equipe técnica do GEPOC. No caminho, faremos a apresentação dos participantes, da programação, da equipe técnica e distribuição de material de apoio.

09 horas- Teremos nossa primeira aula sobre maturação de queijos europeus com bactérias e mofos. OBJETIVOS: Entender a maturação dos queijos europeus – Aprender como viver da criação leiteira usando formas de agregar valor ao produto – Na prática, conhecer os queijos maturados é fazer uma viagem profunda na biologia, e, ao mesmo tempo, um “verdadeiro delírio técnico-gastronômico”. A mesa de queijos maturados será nossa ferramenta nessa aula com degustação para aprendizado e criação de parâmetros para julgar a maturação. Os pães e vinhos da região fazem parte da degustação e harmonização. Visita a criatório de 1500 matrizes de origem holandesa e francesa, em Controle Leiteiro Oficial, ordenha computadorizada e queijaria própria. Almoço com degustação de cabrito assado à moda da região.

15 horas – Saída em direção a Celorico, com chegada no hotel prevista para 18 horas. Jantar e noite livres.

22 de abril 2018 – Domingo – OBJETIVOS: Dia na fazenda e queijaria para conhecer o processo da produção do queijo e do borrego Serra da Estrela DOP – Após o café da manhã, às 08:00h acompanhados pela equipe técnica do GEPOC, traslado do hotel para dia no campo com família produtora.

08h30 – 10 horas – Acompanhar a ordenha mecânica das ovelhas.

10 horas – 12 horas – Visita ao campo para assistir, fotografar e filmar a movimentação e manejo do rebanho de 700 ovelhas, com o pastor e cães de raça típica da Serra. Apresentação pelo criador e filho agrônomo, da exploração leiteira com produto adicional cordeiro prime ou certificado DOP, com sistema de produção aliando Tradição e Inovação. Apresentará também a importância da certificação DOP, na cadeia produtiva do queijo e do cordeiro Serra da Estrela.

12 horas – 14 horas – Almoço tradicional na Quinta, com assado de borrego (cordeiro) Serra da Estrela DOP, pães e doces regionais.

14 horas – 16 horas – Visita monitorada à queijaria, apresentada pelas queijeiras da própria Quinta, com aula demonstrativa do fabrico do queijo Serra da Estrela e do uso do coagulante vegetal típico.

16 horas – 17h30 – Degustação de queijos Serra da Estrela frescos, maturados e super maturados, pão de centeio com vinho produzidos na Quinta.

17h30 – Regresso a Celorico, chegada no hotel prevista para 18 horas. Jantar e noite livres.

23 de abril 2018 – Segunda-feira – OBJETIVOS: 1. Conhecer o sistema de produção leiteira/queijos e de ovinos da raça Lacaune; 2. Conhecer o processo da certificação do queijo e do borrego Serra da Estrela DOP – Após o café da manhã, às 08 horas acompanhados pela equipe técnica do GEPOC, traslado do hotel para criatório de ovinos e laticínio.

08h30 – 10 horas – Acompanhar a ordenha mecânica e manejo das ovelhas.

10 horas – 12h30 – Visita à queijaria industrial e câmaras de maturação. Palestra com descrição do sistema de produção na propriedade. Visita ao campo para conhecer, fotografar e filmar o rebanho de ovelhas e pastagens.

12h30 – 14 horas – Almoço tradicional na Quinta, com assado de cordeiro Lacaune.

14 horas – 14h30 – Traslado para sede da Cooperativa.

14h30 – 15 horas – Visita a loja da Cooperativa para compras agropecuárias.

15 horas – 16h30 – Palestra de técnicos da ESTRELACOOP sobre o processo completo da certificação de queijos com painel de provadores, selo de caseína e HACCP.

16h30 – 18 horas – Traslado e visita à área de painel de provadores.

18 horas – Regresso ao hotel. Jantar e noite livres.

24 de abril 2018 – Terça-feira – OBJETIVOS: Conhecer o processo da produção e da certificação do cabrito transmontano DOP e queijo transmontano DOP e a relação entre a associação e as cooperativas – Após café da manhã, às 07h30 traslado para a sede da ANCRAS.

9 horas – 10 horas – Visita à loja agropecuária da ANCRAS, para compras.

10 horas – 12 horas – Visita a uma exploração de caprinos na região transmontana. O bom cabrito começa no campo… O melhoramento genético também.

12 horas – 13h30 – Almoço em restaurante típico, com cabrito DOP e degustação do queijo transmontano DOP.

14 horas – 16h30 – Palestra com a Direção e técnicos da ANCRAS, LEICRAS e CAPRISSERRA, sobre: 1. Serviços prestados aos produtores pelas cooperativas; 2. Programa de Seleção e Melhoramento de Performance (Pesagem de cabritos selecionados por avaliação genética); 3. Processo da produção e certificação do cabrito e do queijo transmontano DOP; 4. Operacional de classificação, embarque e transporte dos cabritos.

16h45 – Prova de Queijo de cabra transmontano na sede da ANCRAS, LEICRAS e CAPRISSERRA.

17 horas – Regresso ao hotel com chegada prevista para 19 horas. Jantar e noite livres.

Acompanhantes
10 horas – 12 horas – Acompanhados por técnico do GEPOC, visita a empório e mercado para compra de queijos, enchidos e fumeiros (embutidos e defumados), pães, vinhos e mimos regionais.

25 de abril 2018 – Quarta-feira – OBJETIVOS: Conhecer as opções comerciais do uso e da transformação da lã – Após o café da manhã, às 08:00h acompanhados pela equipe técnica do GEPOC, traslado do hotel até o maior vale de origem glaciar da Europa – Vale Glaciário do Zêzere, candidato a patrimônio da Humanidade, desde sempre associado à lã e à sua transformação em versáteis tecidos, mantas, buréis e cachecóis. “Tecer o presente com os fios do passado”, Tradição e Inovação no aproveitamento da lã.

10 horas – 11 horas – Visita monitorada para conhecer o trabalho de lanifício tradicional de tecidos de origem serrana, feitos totalmente de lã cardada. Utilizando máquinas e equipamentos tradicionais, do tempo em que a indústria ainda se fazia à mão, recriam padrões antigos, dando-lhes formas e cores contemporâneas. Os produtos são únicos, diferentes e de grande qualidade, usados em produtos finos tipo exportação (vestuários, acessórios, revestimentos, arquitetura e decoração).

11 horas – 11h30 – Visita a loja do lanifício, para compras.

11h30 – 13 horas – Almoço em restaurante típico, com bacalhau gratinado com queijo Serra da Estrela.

13 horas – 18 horas – Visita à aldeia medieval, fonte da água da Serra da Estrela, com predomínio de energia fotovoltaica, situada no Parque Nacional.

18 horas – Regresso a Celorico, chegada ao hotel previstas às 19 horas Jantar e noite livres.

26 de abril 2018 – Quinta-feira – OBJETIVOS: Entender a Transumância e o processo de sucessão rural no contexto do manejo tradicional dos rebanho – Após café da manhã, às 08:00h acompanhados pela equipe técnica do GEPOC e por técnico da ANCOSE, traslado do hotel à Porta da Transumância.

09:30 – 11:00h – Apresentação pelo técnico da ANCOSE sobre “A Transumância: Histórico, finalidades e futuro diante do atual modelo de sucessão rural”. A seguir, piquenique à sombra de um pé de carvalho em mesa de pedra centenária para compartilhar com o grupo, queijo Serra da Estrela, presunto de pernil de porco ibérico, pães e vinho da região.

11 horas – 11h30 – Traslado para a aldeia mais alta de Portugal.

11h30 – 13 horas – Visita monitorada a aldeia histórica de pastores de ovelhas e cabras Serra da Estrela.

13 horas – 14h30 – Almoço em restaurante típico dos pastores serranos, com cabrito, cordeiro, queijos, arroz-doce, vinhos e ginja local.

14h30 – 17 horas – Visita monitorada ao comércio local da Aldeia, para compra de queijos de ovelha, de cabra, azeite, vinhos, mantas e lãs, produtos característicos da Serra da Estrela.

17 horas – Regresso a Celorico, chegada ao hotel prevista para 18h30. Jantar e noite livres.

27 de abril 2018 – Sexta-feira – OBJETIVOS: Conhecer o sistema europeu de identificação eletrônica individual vinculado a programas oficiais de melhoramento genético de pequenos ruminantes e à rastreabilidade de animais e de produtos – Após café da manhã, às 08 horas acompanhados pela equipe técnica do GEPOC, traslado do hotel para a Sede da Associação.

09 horas – 12 horas – Apresentação e mesa de debates conduzidas por técnicos da ANCOSE, tema Perfil da produção de ovinos da raça Serra da Estrela, borregos e queijos Serra da Estrela DOP.

12 horas – 13h30 – Almoço em restaurante típico, com sardinha frita no azeite.

13h30 – 15 horas – Apresentação e mesa de debates conduzidas por técnicos da ANCOSE e ESAC Coimbra sobre: programas de melhoramento genético de pequenos ruminantes, em acordo com as normas da Comunidade Europeia.

15 horas – 15h30 – Degustação de queijos e requeijões Serra da Estrela, para aprendizado e criação de parâmetros para julgamento.

15h30 – 17 horas – Apresentação e mesa de debates conduzidas por técnicos da ANCOSE sobre: 1. Identificação eletrônica individual oficial; 2. Ordenha mecânica computadorizada e Controle Leiteiro Oficial, no âmbito do Programa de Melhoramento Genético Leiteiro e da rastreabilidade de produtos (queijos DOP com selo de caseína e cordeiros DOP).

17 horas – 18 horas – Regresso ao hotel com chegada prevista para 18 horas

20 horas – 23 horas – Festa de confraternização e entrega dos certificados, com presença dos anfitriões portugueses, ao som de uma típica concertina…

Acompanhantes
09 horas – 11h30 – Acompanhados por técnico do GEPOC, visita a empório e mercado para compra de queijos, enchidos pães, vinhos e mimos regionais.
13h30 – 17 horas – Acompanhados por técnico do GEPOC, visita à cidade medieval para viajar na história e no tempo…

28 de abril 2018 – Sábado – SAÍDA DO HOTEL – Após café da manhã, às 09 horas acompanhados pela equipe técnica do GEPOC, traslado de Celorico para Lisboa pela região da serra de Sicó, no Distrito de Coimbra.

12 horas – 13h30 – Almoço em restaurante regional.

13h30 – 16h30 – Saída passando por Fátima, terra dos três pastores de ovelhas, para compra de mimos de ovelhas regionais, com chegada em Lisboa (aeroporto) prevista para as 17h30, finalizando nossa maravilhosa Missão lusitana.